O resultado das eleições na Gécia pode reacender a chama da esperança
Manuel Alegre
InícioManuel AlegreNotíciasAgendaOpiniãoPresidenciais 2011LinksPesquisa
YouTube Twitter FaceBook Flickr RSS Feeds
O resultado das eleições na Gécia pode reacender a chama da esperança
24-01-2015 Manuel Alegre, jornal i on-line

Tanto o Quantitative Easing do BCE como o Plano de Investimentos Juncker - mesmo com as insuficiências que resultam da necessidade de obter compromissos - demonstram que todo o edifício ideológico da austeridade pela austeridade começou a ruir.

Ler mais
*
21-01-2015 edição de 21.1.2015 a 3.2.2015 do JL

É uma edição do JL a não perder por todos quantos gostam da obra de Manuel Alegre. Comemorando a passagem de 50 anos sobre a primeira edição de Praça da Canção, mítico primeiro livro de poemas de Manuel Alegre, editado pelo Cancioneiro Vértice, o jornal titula “Há sempre um livro que resiste”. E conta “a história do que foi talvez, em vida do autor, a mais lida, cantada e marcante colectânea de versos publicada em Portugal.” Ler mais

*
A propósito de "País de Abril"
31-12-2014 Ramiro Teixeira, crítico literário, "As Artes entre as Letras"

Por conjunturas que me escapam, como já uma vez referi, não foi Manuel Alegre apelidado de poeta militante, apesar de inequivocamente ter produzido não só matéria ideológica afim à aventura politicamente comprometida, como ter existencialmente dado corpo ao tipo de herói, ao menos cinematográfico, tantas as provações e perseguições que experimentou, as quais lhe deram o estatuto especial de ser um dos bandeirantes do nosso generoso imaginário. Ler mais

Artigo de Manuel Alegre no Público
07-01-2015 Manuel Alegre, Público

A senhora Merkel e o senhor Schäuble não podem impor à Europa uma doutrina de soberania limitada semelhante àquela que Brejnev instituiu para os países do leste europeu depois da Primavera de Praga em 1968 e da invasão da então Checoslováquia pelos blindados do Pacto de Varsóvia. É isso que está em causa nas eleições que vão disputar-se na Grécia, berço da democracia e da civilização europeia. Um problema de liberdade: os eleitores gregos têm o direito de decidir livremente sem chantagens nem ameaças. Ler mais

Em Lisboa, às 17.00 de 8.1.2015
07-01-2015

Junto a minha voz à de todos aqueles que hoje proclamam “Je Suis Charlie”. Manuel Alegre

Ler mais
"...eram milhares de pessoas, enchiam o Largo, o Parque, a própria ponte, milhares e milhares até onde a vista alcançava."
Manuel Alegre recorda Delgado em Coimbra
29-12-2014 Manuel Alegre, DN, edição especial 150 anos

Desafiado para escolher um dia dos últimos 150 anos para a edição especial comemorativa do aniversário do Diário de Notícias, Manuel Alegre recorda o dia 31 de maio de 1958, tinha ele 22 anos, em Coimbra. O dia fundador em que Humberto Delgado chegou a Coimbra na campanha presidencial de 1958. "Naquele dia em Coimbra, que era uma cidade parada nos séculos, posta em conformado sossego, o tempo deu uma volta sobre si mesmo." Ler mais

*
16-01-2015 J.P.H., DN online

"A Argélia é essencial para a nossa segurança", disse hoje ao DN Manuel Alegre, pedindo "compreensão internacional" para a repressão pelas autoridades daquele país contra manifestações do radicalismo islâmico. Ler mais

Arquivo 2005-2009
Discurso Indirecto
Nuno Galopim na E, revista do Expresso
*
17-01-2015

Em janeiro de 1965 apresentava-se como o terceiro título da colecção Cancioneiro Vértice, notando as suas páginas que se tratava de um volume editado “pela família do autor e seleccionado por Vértice”. Agora, meio século depois, a “Praça da Canção”, de Manuel Alegre, conhece nova edição comemorativa, juntando a poemas que ganharam um lugar no espaço da nossa história recente (e alguns deles na música que entre nós se fez) um prefácio de José Carlos de Vasconcelos, director do “Jornal de Letras”. Ler mais