"É preciso subverter o discurso cinzento e tecnocrático e recuperar a força primordial da palavra"
Manuel Alegre
InícioManuel AlegreNotíciasAgendaOpiniãoPresidenciais 2011LinksPesquisa
YouTube Twitter FaceBook Flickr RSS Feeds
> Notícias
Alda Espírito Santo
Alda Espírito Santo
Manuel Alegre sobre Alda Espírito Santo:
"Fundadora da consciência nacional de São Tomé e Príncipe"
09-03-2010 Lusa

O poeta Manuel Alegre lembrou hoje em Luanda Alda Espírito Santo como uma "fundadora da consciência nacional" de São Tomé e Príncipe e afirmou que foi "com muita pena" que soube da sua morte. Lembrando que conheceu a poetisa santomense, Manuel Alegre, que se encontra em Luanda numa visita privada, disse à Lusa que os textos de Alda Espírito Santo não tiveram apenas importância no seu país. "A sua poesia teve importância em todo o movimento anticolonial e em todos os países de expressão portuguesa... É com pena que sei da sua morte, são os ciclos da vida... Ela pertence a esse círculo de fundadores pela via da poesia", afirmou.

Alda Espírito Santo, figura de primeira linha na luta pela independência santomense, morreu hoje em Luanda aos 83 anos.

Nascida em Abril de 1926, Alda Espírito Santo, também conhecida por Alda Graça, foi educada em Portugal e é uma figura emblemática da luta pela independência de São Tomé e Príncipe.

Foi pela causa nacionalista que interrompeu os estudos universitários.

Depois da independência manteve-se como destacada figura política, desempenhando cargos de ministra da Educação, da Cultura e da Informação, deputada e presidente da Assembleia Popular.