Vi o meu país a arder, sei que morreram cem pessoas em quatro meses e não consigo ficar calado.
Manuel Alegre
InícioManuel AlegreNotíciasAgendaOpiniãoPresidenciais 2011LinksPesquisa
YouTube Twitter FaceBook Flickr RSS Feeds
> Notícias
Manuel Alegre entre os alunos da Escola Pedro Ferreira
Manuel Alegre entre os alunos da Escola Pedro Ferreira
Manuel Alegre em lição de Poesia na escola Pedro Ferreira:
“Os tiranos não gostam dos poetas porque os poetas dizem aquilo que é proibido”
09-03-2012 youtube

“Os tiranos não gostam dos poetas, porque os poetas normalmente dizem aquilo que é proibido, falam da liberdade, falam do amor” disse Manuel Alegre na escola básica e secundária Pedro Ferreira, em Ferreira do Zêzere.
Veja no desenvolvimento da notícia um excerto das palavras de Manuel Alegre

Convidado para a Semana da Leitura, Manuel Alegre lembrou que “a poesia tem uma música própria, que é a música secreta da língua, são os ritmos profundos da língua, é algo que faz parte da nossa alma.”

“No tempo da ditadura – vocês ainda não eram nascidos – a poesia teve uma grande importância, porque havia censura, mas a poesia, com a sua linguagem própria, passava as mensagens proibidas” explicou Manuel Alegre, recordando o facto de muitos poemas terem sido cantados, por Adriano Correia de Oliveira, Luís Cília, Zeca Afonso e até pela Amália. “E assim pela canção levaram esses poemas a muitas pessoas que não sabiam ler”, rematou.

“Sei que há uma visão negativa da poesia. É poeta, é lunático… Mas não. O poeta é aquele que pressente as coisas” disse Alegre, aquele que “é meio bruxo e é capaz de adivinhar as coisas que ainda não aconteceram.”