"É preciso subverter o discurso cinzento e tecnocrático e recuperar a força primordial da palavra"
Manuel Alegre
InícioManuel AlegreNotíciasAgendaOpiniãoPresidenciais 2011LinksPesquisa
YouTube Twitter FaceBook Flickr RSS Feeds
> Notícias
*
Os ventos da liberdade
26-04-2014

Faz hoje 40 anos que as portas de Caxias e de Peniche se abriram para libertar os presos políticos, num gesto que confirmou o sentimento de liberdade que irrompeu do 25 de Abril. Recordemos essa data ouvindo Amália cantar “Meu amor é marinheiro”, de Manuel Alegre, que anuncia essa libertação: “Hei-de passar nas cidades /como o vento nas areias/ e abrir todas as janelas /e abrir todas as cadeias”.
Oiça Amália cantar “Meu amor é marinheiro” no final da notícia.

Áudio
"Meu amor é marinheiro", Amália Rodrigues, letra de Manuel Alegre, música de Alain Oulman