Vi o meu país a arder, sei que morreram cem pessoas em quatro meses e não consigo ficar calado.
Manuel Alegre
InícioManuel AlegreNotíciasAgendaOpiniãoPresidenciais 2011LinksPesquisa
YouTube Twitter FaceBook Flickr RSS Feeds
> Notícias
“Podem levar-nos tudo, mas não Herberto Helder”
25-03-2015 DN

“Um amigo que encontrei na juventude e com quem sempre mantive afinidades e cumplicidades. O que me importa na sua poesia é ela mesma, a energia cósmica da sua linguagem e o que nela há de revelação do sagrado”, escreve Manuel Alegre hoje no Dário de Notícias. Lembrando palavras de Herberto, “a poesia é uma forma de clandestinidade na ditadura do Mundo”. Mas é ela, diz Manuel Alegre, “que nos salva e nos redime. Podem levar-nos tudo, mas não os nossos grandes poetas, não Herberto Helder, aquele que em cada palavra trazia o universo todo.”
Veja o depoimento completo de Manuel Alegre AQUI