"Na televisão, os comentadores de futebol substituíram grandes figuras da literatura portuguesa"
Manuel Alegre
InícioManuel AlegreNotíciasAgendaOpiniãoPresidenciais 2011LinksPesquisa
YouTube Twitter FaceBook Flickr RSS Feeds
> Notícias
*
Faz 10 anos que Jorge de Sena foi trasladado "quase clandestinamente" para os Prazeress
11-11-2019

No dia 11 de setembro de 2009, o corpo de Jorge de Sena foi trasladado para o cemitério dos Prazeres, numa cerimónia que Manuel Alegre criticou como "quase clandestina". No antigo site do ex-deputado, Manuel Alegre defendeu que o seu lugar era no Panteão Nacional. «Daqui a muitos anos terá sido esquecido o que entre nós nesse dia se passou. Mas saber-se-á com certeza que o dia 11 de Setembro de 2009 foi o dia em que ficou finalmente sepultado em Portugal o poeta Jorge de Sena», escreveu.

Recordando o verso de Jorge Sena sobre a amargura do exílio «Eu sou eu mesmo a minha Pátria», Manuel Alegre escreveu: «Ficou nos Prazeres. Mas o seu lugar é no Panteão Nacional», lamentando que a notícia do regresso do corpo de Jorge de Sena a Portugal não tivesse sido notícia de primeira página e de abertura dos telejornais.

Os restos mortais de Jorge de Sena (1919-1978) regressaram a Portugal quase 30 anos após a sua morte. O poeta e ensaísta morreu no EUA, onde se encontrava exilado desde o período em que se opunha ao regime de Salazar. O poeta, ficcionista, crítico ensaísta, historiador e tradutor, cujo centenário de nascimento se comemora este ano, morreu nos EUA em 1978 sem nunca ter regressado definitivamente a Portugal.