"A Democracia não se faz com demagogos e oportunistas, faz-se com cidadãos"
Manuel Alegre
InícioManuel AlegreNotíciasAgendaOpiniãoPresidenciais 2011LinksPesquisa
YouTube Twitter FaceBook Flickr RSS Feeds
> Notícias
1 / 2
1 2
30-07-2010

A Comissão Política Concelhia de Fafe do Partido Socialista, reunida no dia 19 de Julho, aprovou o seu apoio inequívoco à candidatura de Manuel Alegre à presidência da República.
Durante a reunião, os diversos dirigentes do PS-Fafe consideraram que só a candidatura do republicano e socialista Manuel Alegre expressa as vontades de esperança e progresso do concelho de Fafe, dado os seus ideais de construção de uma sociedade mais justa e solidária, de defesa da escola pública, do Sistema Nacional de Saúde, e de promoção de uma
política de desenvolvimento sustentado assente em pilares ambientais e culturais. Ler mais

*
25-07-2010 DN e Lusa

A candidatura de Manuel Alegre à Presidência da República promoveu ontem uma sessão pública de recolha de assinaturas no centro da cidade do Porto, onde se deparou com uma excelente receptividade. Recordamos que os candidatos presidenciais são propostos por cidadãos em nome individual.
Veja como recolher assinaturas para apoiar a candidatura de Manuel Alegre AQUI Ler mais

24-07-2010

Em tempo de pausa e de férias, recordamos palavras de Manuel Alegre que dão que pensar:

  • "O país não pode viver sem esperança" entrevista à RTP1, 02.06.2010
  • "Há soluções para a crise, mas implicam uma grande reforma na Europa" Lisboa, 1.07.2010
  • "Não queremos o mercado acima do Estado, não queremos o bezerro de ouro” Coimbra, 9.7.2010
  • "Entrámos para a UE para partilhar soberania, não para abdicar da nossa soberania" Coimbra, 9.7.2010
  • "Está-se a reduzir o Mundo a uma bolsa, a um mercado de capitais e isso é muito redutor para a própria condição humana", entrevista ao Público, 23.07.2010
  • “O problema da juventude é um dos mais graves do país” Setúbal, 25.06.2010
  • “O maior desperdício é o desemprego” Coimbra, 9.7.2010
  • “A minha candidatura é supra-partidária mas não é neutra”, Açores, 4.5.2010 Ler mais
*
23-07-2010 Lusa

O candidato presidencial Manuel Alegre manifestou-se hoje disponível para corresponder ao apelo feito pelo bispo auxiliar de Lisboa, Carlos Azevedo, no sentido de ser criado um fundo social destinado aos setores mais pobres da população. "Cristãos ou não cristãos, todos têm essa responsabilidade de ajudar os outros num momento de crise", declarou o candidato presidencial. Manuel Alegre falava aos jornalistas a meio de uma visita ao Jardim de Infância da Associação Unidos de Cabo Verde, no Casal da Mira, no concelho da Amadora.

Na visita, o candidato presidencial esteve acompanhado por cinco presidentes de câmara socialistas do distrito de Lisboa Joaquim Raposo (Amadora), Maria da Luz Rosinha (Vila Franca), Carlos Tavares (Loures), Susana Amador (Odivelas) e Joaquim Ramos (Odivelas). Ler mais

*
Manuel Alegre em entrevista ao Público:
23-07-2010 Público

Manuel Alegre pensa que este não é o momento certo para discutir uma revisão constitucional e considera que o projecto do PSD "parece feito à medida para que o próximo Presidente possa demitir o actual Governo". Em entrevista ao Público, o candidato presidencial diz que o projecto social-democrata reforça "da pior maneira" a partidocracia". Alegre defende ainda que seria muito grave se o próximo Orçamento não passasse. Alegre disse ainda que "se está a reduzir o Mundo a uma bolsa, a um mercado de capitais e isso é muito redutor para a própria condição humana".
Veja a entrevista AQUI Ler mais

*
João Ferrão no final do almoço temático sobre “A cidade em tempo de crise”:
22-07-2010 com Lusa

“As cidades sempre foram – e são cada vez mais – o grande centro da coesão territorial. Ao desenvolverem relações com as áreas envolventes e com as suas regiões, as cidades são as grandes âncoras da coesão territorial”, advogou o geógrafo João Ferrão, que rejeitou a ideia de que o debate sobre as cidades subalternize o campo. João Ferrão falava aos jornalistas após as declarações de Manuel Alegre, no final do almoço com especialistas dedicado ao tem “a cidade em tempo de crise”. Ler mais

*
Manuel Alegre no final do almoço temático sobre as cidades:
22-07-2010

“Melhorar a vida na cidade é melhorar a qualidade da democracia”, afirmou Manuel Alegre hoje à saída do almoço temático subordinado ao tema “a cidade em tempo de crise”, ladeado pelo vereador da Câmara do Porto Correia Fernandes e pelo ex-secretário de Estado João Ferrão. Manuel Alegre sublinhou que depois de ouvir arquitectos, geógrafos, sociólogos, professores e pessoas com a experiência de gestão das grandes cidades iria inscrever o “direito à cidade” como um dos direitos fundamentais, um direito da modernidade. Ler mais

Revisão constitucional - Manuel Alegre comenta reacção de Cavaco Silva:
22-07-2010 com Lusa

Interrogado hoje pelos jornalistas sobre se já se sentia esclarecido com as declarações feitas por Cavaco Silva, em Angola, sobre a revisão constitucional, Manuel Alegre devolveu com uma pergunta: “mas o Presidente da República deu esclarecimentos? O Presidente da República repetiu uma coisa que todos sabemos, que ele jurou a Constituição”, concluiu. Ler mais

21-07-2010

Manuel Alegre reune em Lisboa um conjunto de 16 especialistas de vários pontos do país para debater o tema "A cidade em tempo de crise". Nele participarão 16 especialistas em questões urbanas, entre arquitectos, urbanistas, geógrafos e sociólogos, com experiência académica e de governo das cidades, provenientes de Lisboa, Porto, Coimbra e Guimarães. Ler mais

Manuel Alegre contra propostas de revisão constitucional do PSD:
20-07-2010 SIC, Jornal da Noite

Manuel Alegre assumiu que é contra todas as propostas de revisão constitucional apresentadas pelo PSD. Em entrevista à SIC, o candidato presidencial desafiou Cavaco Silva a dizer o que pensa destas alterações. Para o candidato socialista a questão é simples: um Presidente da República não pode ficar em silêncio quando estão em causa alterações à Constituição da República Portuguesa. Ler mais

*
Manuel Alegre em visita a uma empresa no distrito de Santarém:
19-07-2010

“Num momento em que o país está em crise, é muito gratificante ver empresas desta natureza. Isto mostra que Portugal não é insustentável, desde que haja imaginação, vontade, capacidade de trabalho, inovação tecnológica e social” afirmou Manuel Alegre à saída de uma visita à empresa J.J.Louro, em Amiais de Cima, que emprega mais de 1400 pessoas. Interrogado pelos jornalistas sobre as propostas de revisão constitucional de Passos Coelho, Alegre respondeu: “O que faz andar Portugal são aqueles que trabalham, não as manobras políticas, as habilidades políticas e os estratagemas políticos.” Ler mais

*
Manuel Alegre em visita à Nersant em Torres Novas:
19-07-2010 com Lusa

O candidato presidencial Manuel Alegre afirmou hoje que “é preciso dar mais importância aos empresários portugueses”, porque “eles vivem um problema quase psicológico, ao verem que são subestimados no nosso país”. Ler mais

*
17-07-2010

Manuel Alegre reuniu hoje as estruturas distritais do distrito de Faro, que congregam gente do PS, do BE, da Renovação Comunista, do MIC e independentes. A reunião contou ainda com a presença do mandatário distrital, Luís Filipe Madeira, e do director distrital de campanha, José Apolinário, tendo estado presentes representantes de todos os concelhos do distrito. Ler mais

17-07-2010

Em vésperas de início da cimeira da CPLP, que tem lugar em Luanda e onde se vai deliberar sobre a adesão da Guiné Equatorial àquela organização, o Presidente da República, longamente entrevistado pelo Programa “Sociedade das Nações”, da SIC, refugiou-se atrás de declarações de Pedro Pires, Presidente de Cabo Verde, e dos estatutos da CPLP, para dar a entender que teria reservas a tal decisão, sem no entanto nunca as formular. Ler mais

Manuel Alegre em entrevista à TVI24:
14-07-2010 TVI24


“Deve-se falar verdade mas com sensibilidade social”, defendeu Manuel Alegre esta noite em entrevista ao jornalista Paulo Magalhães na TVI24, contestando a afirmação de Hernâni Lopes de que se deveria cortar 10 ou 20 por cento dos salários. Para Manuel Alegre dizer isso na situação actual é “uma crueldade”, pois “temos 57% das famílias portuguesas a viver com menos de 900 euros por mês e 31% entre 400 e 700 euros”. “Se alguém vive muito acima das nossas possibilidades, não é a generalidade dos portugueses”, rematou.
Veja a entrevista no íntegra AQUI Ler mais

Manuel Alegre repudia entrada da Guiné-Equatorial na CPLP:
10-07-2010 Lusa

O candidato presidencial Manuel Alegre repudiou hoje uma eventual entrada da Guiné Equatorial para a Comunidade de Países de Língua Portuguesa (CPLP), frisando que esta organização tem de estar acima dos “negócios” e do “cheiro a petróleo”. Ler mais

Manuel Alegre em Coimbra
10-07-2010 com Lusa

O candidato presidencial Manuel Alegre considera que Portugal tem de se "opor a novas revisões das leis laborais", sugeridas pelo Presidente da República, Cavaco Silva. O Chefe de Estado “falou hoje (na sexta feira, no Fórum COTEC) da necessidade de ajustamentos do fator de trabalho, o que só pode ter, em meu entender, uma de duas leituras, ou as duas ao mesmo tempo: flexibilização dos despedimentos ou desvalorização salarial”, sustentou Manuel Alegre. "Não é o tipo de reformas de que a Europa precisa e muito menos o nosso país”, vincou. "É preciso combater o desperdício, mas o maior desperdício é o desemprego", disse ainda o candidato.
Oiça a intervenção de Manuel Alegre AQUI
Leia a intervenção AQUI Ler mais

*
Manuel Alegre sobre a "golden share" do Estado na PT:
10-07-2010 Lusa

O candidato presidencial Manuel Alegre afirmou hoje “o Governo fez bem” em ter “usado a ‘golden share’ (direitos especiais) no caso PT/Telefónica e que também “fará bem em não acatar a decisão do tribunal europeu”. Para Manuel Alegre, trata-se de "uma decisão declarativa e não impositiva”, devendo “o Governo usar todos os meios ao seu alcance” para “continuar a defender um interesse estratégico da economia portuguesa”.
Veja a intervenção de Manuel Alegre AQUI Ler mais

Manuel Alegre em jantar temático da Sáude:
09-07-2010 RTP
*
09-07-2010

Rui Alarcão, ex-Reitor da Universidade de Coimbra, declarou esta tarde o seu apoio a Manuel Alegre na reunião de apoiantes realizada no Hotel D. Inês. Rui Alarcão usou da palavra para elogiar o perfil cívico e político de Manuel Alegre, de quem recordou o poema "É preciso um país", num apelo à mobilização em torno da candidatura presidencial do poeta e político que Coimbra reconhece como um dos seus. Ler mais

1 / 2
1 2