"A Democracia não se faz com demagogos e oportunistas, faz-se com cidadãos"
Manuel Alegre
InícioManuel AlegreNotíciasAgendaOpiniãoPresidenciais 2011LinksPesquisa
YouTube Twitter FaceBook Flickr RSS Feeds
> Notícias
*
Manuel Alegre à RTP2:
15-09-2012 RTP 2

Manuel Alegre afirmou à RTP2, entrevistado por Sandra Felgueiras, que a convocação do Conselho de Estado pelo Presidente da República confirma que estamos numa situação de crise política, afirmando que estas medidas mostram “uma desestruturação da sociedade portuguesa” e uma tripla fractura – institucional, social e política. Manuel Alegre insistiu que “em democracia há sempre alternativas” e, sem deixar de defender a necessidade de combate no plano institucional, mostrou-se disponível para participar na manifestação de sábado, porque “o que é perigoso é curvar a espinha”.
Veja a entrevista na íntegra AQUI Ler mais

Manuel Alegre à Lusa:
08-09-2012 Lusa

"Estamos perante um desafio de desobediência ao Tribunal Constitucional, acto que revela traços de autoritarismo e falta de sentido de Estado por parte do primeiro-ministro, que nunca aceitou uma decisão que a todos obriga. Estamos também perante um desafio do primeiro-ministro ao Presidente da República, Cavaco Silva, e um desafio à nossa paciência", declarou Manuel Alegre à Lusa sobre as medidas anunciadas ontem pelo primeiro-ministro. Medidas que para o conselheiro de Estado representam "uma grande ofensiva contra os reformados e pensionistas, contra os trabalhadores da função pública e contra os trabalhadores em geral, tendo ficado de fora os altos rendimentos". "Estamos a assistir a uma desforra ideológica do fundamentalismo liberal contra o Estado social. Não basta resistir. É preciso abrir outro caminho", disse Manuel Alegre, para quem "não podem ser só alguns bispos a criticar este capitalismo que está a destruir o pacto social". Ler mais

*
01-09-2012 João Pedro Henriques, DN on-line

Manuel Alegre não gostou do que o ex-MNE do PS Luís Amado disse ontem na Universidade de Verão da JSD, defendendo "compromissos" entre o Governo e os socialistas. "Contrariamente ao que Luís Amado disse, a questão da RTP é uma questão gravíssima, uma linha vermelha à qual o PS se deve opor com todas as suas forças", afirmou hoje o histórico do PS ao DN. Ler mais