"É preciso subverter o discurso cinzento e tecnocrático e recuperar a força primordial da palavra"
Manuel Alegre
InícioManuel AlegreNotíciasAgendaOpiniãoPresidenciais 2011LinksPesquisa
YouTube Twitter FaceBook Flickr RSS Feeds
> Notícias
*
Manuel Alegre ao DN sobre Base das Lajes:
30-11-2012 com DN

Manuel Alegre fez uma violenta crítica à política externa do Governo, em declarações ao DN a propósito da diminuição da presença dos EUA na base açoriana das Lajes (de 800 para 160 militares). “Contra toda a tradição, há um enfeudamento em relação à Alemanha”, denuncia, acrescentando: “não temos voz na Europa e parece-me que se descuidaram muito as relações transatlânticas”. Alegre assinala que “os EUA não tomaram decisão semelhante em outras bases europeias” e considera que este é um “facto grave” que revela um problema político: “uma despromoção política e geoestratégica de Portugal”, “consequência da (actual) política externa do nosso país”. Ler mais

Em declarações ao DN
10-11-2012 João Pedro Henriques, DN, excert, título nosso

“Os trabalhadores têm o direito de se defender da política de austeridade levada à prática pelo Governo.” É com esta frase que Manuel Alegre justifica o apoio público à greve geral convocada pela CGTP. O antigo deputado do PS garante que os objectivos do Governo são evidentes: “Desvalorização do trabalho, o empobrecimento do País, o desmantelamento dos serviços públicos e o ataque aos direitos sociais dos portugueses.” Ler mais

A propósito da alegada “refundação do memorando”
04-11-2012 com DN~, notícia de João Pedro Henriques

Manuel Alegre elogiou ontem a direcção do PS por não ter caído na armadilha de negociar com o Governo aquilo que Passos Coelho qualificou de “refundação do memorando” da troika (um corte adicional permanente de 4 mil milhões de euros na despesa pública). Alegre defendeu o diálogo à esquerda, incluindo a UGT e a CGTP, em torno de pontos concretos “relativamente aos quais existe uma possibilidade de convergência: políticas de crescimento, políticas de emprego e de defesa do Estado social.” Ler mais