"A grande poesia não cabe num tweet"
Manuel Alegre
InícioManuel AlegreNotíciasAgendaOpiniãoPresidenciais 2011LinksPesquisa
YouTube Twitter FaceBook Flickr RSS Feeds
> Notícias
Manuel Alegre à TSF:
"Última cimeira cheirou-me a pacto de Munique"
12-12-2011 tsf

“Esta última cimeira cheirou-me a pacto de Munique” afirmou Manuel Alegre hoje à TSF. “É uma vitória em toda a linha da Alemanha, uma capitulação dos demais países europeus, com excepção da Inglaterra”, afirmou ainda, acusando a Alemanha de estar a utilizar “os mercados, os especuladores, para fazer ajoelhar os países do sul, e convertê-los em mercados de mão-de-obra barata.” “E dá-me a impressão que as pessoas estão a dormir, mesmo a França”, concluiu.
Oiça as declarações de Manuel Alegre à TSF AQUI

“Sou contra a constitucionalização do limite ao défice, isso absolutamente” disse ainda Manuel Alegre, e “contra, em princípio, uma lei reforçada, desde que ela ponha em causa a legitimidade, a independência do nosso Parlamento.” Alegre, invocando a sua própria memória (“já assisti à II Guerra Mundial e conheço a história da I Guerra”), recordou que “a Alemanha já destruiu a Europa por duas vezes e destruiu-se a si própria”, considerando que o actual projecto da Alemanha “não é só um projecto económico, é um projecto político que parece um projecto imperial”. “Está a utilizar neste momento, explicou, a dívida soberana e as dificuldades dos países do sul, utilizando os mercados e os especuladores para fazer ajoelhar os países do sul e convertê-los em mercados de mão-de-obra barata”, concluiu.