"A grande poesia não cabe num tweet"
Manuel Alegre
InícioManuel AlegreNotíciasAgendaOpiniãoPresidenciais 2011LinksPesquisa
YouTube Twitter FaceBook Flickr RSS Feeds
> Notícias
*
*
Manuel Alegre evoca actualidade de encíclica de João XXIII:
"Os poderes esquecem que os seres humanos são pessoas e não mercados”
22-06-2012
50 anos após o início do Concílio Vaticano II

“Quando foi publicada a encíclica Pacem in Terris (Paz na Terra) de João XXIII, eu estava na prisão”, recordou Manuel Alegre em Fátima, na 8ª Jornada Pastoral da Cultura, para a qual foi convidado por Tolentino Mendonça, padre e poeta. “Imaginam por isso a alegria que senti com a notícia da publicação desta Encíclica, que interpretei como um reforço da nossa esperança num futuro de liberdade, de justiça e de paz”, lembrou. “Pedi por isso a familiares e amigos que trouxessem o texto para ler, mas os carcereiros não permitiram a entrada da Encíclica na minha cela. Para Manuel Alegre, as palavras da Encíclica Pacem in Terris “constituíram na altura uma verdadeira revolução moral e cultural. E são-no outra vez neste tempo em que os poderes que comandam o mundo esquecem que os seres humanos são pessoas e não mercados.”
Foi nessa altura que surgiu o poema a João XXIII, que Manuel Alegre voltou a ler hoje, perante uma sala cheia, num painel em que participaram o Prof. Borges de Pinho, teólogo, a pintora Emília Nadal, o Prof. Joaquim Azevedo, presidente da UCP/Porto e em que falaram ainda Tolentino de Mendonça e os bispos D. Pio Alves de Sousa, D. Joao Lavrador e D. Nuno Brás.

Leia a intervenção integral de Manuel Alegre AQUI
Leia o poema Para João XXIII AQUI