"Corri riscos, estive com pessoas que pertencem à História. Tudo isso fez de mim aquilo que sou."
Manuel Alegre
InícioManuel AlegreNotíciasAgendaOpiniãoPresidenciais 2011LinksPesquisa
YouTube Twitter FaceBook Flickr RSS Feeds
> Notícias
*
Em defesa do rio Tejo
Manuel Alegre pelo encerramento da central de Almaraz
04-02-2017

Realiza-se hoje em Lisboa uma conferência internacional promovida pelo Movimento Ibérico Antinuclear pelo encerramento de Almaraz, central nuclear espanhola a 100km da fronteira portuguesa que usa as águas do rio Tejo. Porque o Tejo faz parte integrante da cultura e identidade portuguesas, foi lido na conferência e recebido com um forte aplauso de portugueses e espanhóis um poema de Manuel Alegre intitulado “Este Rio”.
Leia o poema "Este Rio" AQUI

O poeta é uma das entidades que junta a sua voz ao movimento pelo encerramento da central nuclear espanhola, cujo prazo de validade foi prorrogado até 2020, mas que as autoridades do país vizinho parecem querer prolongar, aumentando os riscos, não apenas locais, mas em todo o território ribeirinho do Tejo a jusante de Almaraz, o que inclui Portugal, da fronteira até Lisboa.

Espanha não cumpriu normas europeias que obrigam a promover um estudo de impacto ambiental transfronteiriço antes da construção de um novo armazém de resíduos nucleares ao pé da central,já decidida, o que motivou uma queixa do governo português a Bruxelas. No parlamento, a intenção de Portugal promover diligências no sentido do rápido encerramento da central obteve recentemente a unanimidade de todos os partidos, o que confere ainda maior legitimidade ao protesto do governo português.