"Corri riscos, estive com pessoas que pertencem à História. Tudo isso fez de mim aquilo que sou."
Manuel Alegre
InícioManuel AlegreNotíciasAgendaOpiniãoPresidenciais 2011LinksPesquisa
YouTube Twitter FaceBook Flickr RSS Feeds
> Discurso Directo
> Discurso Indirecto
01-02-2011

Agradeço à mandatária e aos mandatários nacionais, ao director de campanha e a todos os que, nas Regiões Autónomas, nos distritos do continente e nas comunidades portuguesas espalhadas pelo mundo, me deram a honra de representar e coordenar a minha candidatura.

A todos agradeço, do fundo do coração, terem querido partilhar comigo uma luta que, à partida, se sabia ser tão desigual. Agradeço-vos terem-me ajudado a construir, apesar de tudo, uma nova e difícil esperança. E a todos peço desculpa pela frustração do resultado.

Mas fica a alegria e a fraternidade. Como me disse Camilo Mortágua no comício do Coliseu, “a nobreza está no combate”.

Foi essa nobreza que me destes a honra de partilhar comigo. Espero que algumas sementes tenham ficado, sobretudo nas jovens gerações que, com tanto entusiasmo, se empenharam nesta candidatura.

Outros combates virão. Haja o que houver, estaremos juntos. Pelos valores da esquerda, pela democracia, pelo Estado social, pela liberdade e pela igualdade.

Viva a República, viva Portugal.

Manuel Alegre Ler mais

Comunicado
19-11-2010

Esta semana Manuel Alegre esteve nos distritos de Vila Real, Bragança e Faro. À semelhança do que já tinha acontecido em Coimbra e em Viseu, todos os jantares de apoiantes excederam largamente as expectativas, com mais de quinhentas pessoas em Montalegre e mais de quatrocentas em Tavira. Esta mobilização em crescimento, num momento de tão grave crise e quando a campanha presidencial está a ser desvalorizada nos media, mostra que há uma grande vontade de mudança à volta de Manuel Alegre.
Mudar de vida, mudar de paradigma, mudar de economia e de sentido na política, tem sido o tema central das suas intervenções, numa pré-campanha que já percorreu todo o país, incluindo as Regiões Autónomas, faltando apenas a Guarda. Ler mais