Descobrir não é criar. Chegámos sempre ao que, antes de nós, já lá estava. Mas em cada chegada aconteceu uma dupla descoberta: a dos outros por nós e a de nós próprios pelos outros.
Manuel Alegre
InícioManuel AlegreNotíciasAgendaOpiniãoPresidenciais 2011LinksPesquisa
YouTube Twitter FaceBook Flickr RSS Feeds
> Discurso Directo
> Discurso Indirecto
*
Manuel Alegre sobre Miguel Portas:
“É triste ver partir alguém com tanta capacidade na plenitude da vida”
24-04-2012 sic notícias

Em primeiro lugar penso no homem, na pessoa: um homem na plenitude da vida, que gostava de viver, tinha uma grande curiosidade, uma grande cultura, um homem inteligente, muito afável, politicamente muito empenhado, de grandes convicções mas que tinha uma grande capacidade de diálogo. Recordo sobretudo a forma como me acompanhou na última campanha presidencial, ele já estava doente mas era muito discreto e estava sempre bem disposto, com alegria, com empenho.

Foi fundador do Bloco de Esquerda mas foi sobretudo um homem que se empenhou muito em estabelecer pontes para a convergência com outras forças de esquerda. E mostrou também grande coragem na maneira como enfrentou a doença. É uma grande perda não só para o seu partido mas para a democracia portuguesa. É triste ver partir alguém com tanta capacidade e tão grande potencial praticamente na plenitude da vida.

Manuel Alegre