"O funcionário que fez o meu BI quando regressei, não me perguntou a profissão, escreveu Poeta. Estou-lhe grato."
Manuel Alegre
InícioManuel AlegreNotíciasAgendaOpiniãoPresidenciais 2011LinksPesquisa
YouTube Twitter FaceBook Flickr RSS Feeds
> Discurso Directo
> Discurso Indirecto
Para todos os assuntos relacionados com o autor Manuel Alegre ou com a sua obra literária contacte rbreda@dquixote.leya.com
7 / 7
1 3 4 5 6 7
Bárbara
05-01-2011

Força!
Continua, sem parar, a travar a luta contra o Cavaco no caso BPN, exige que ele preste contas do BPN e que explique a todos nós portugueses e contribuintes que estamos a pagar este roubo do BPN, a quem é que vendeu as acções do BPN.
Não pares, a luta é de todos nós. Coragem e força, o Cavaco tem de pagar este roubo do BPN a nós contribuintes. Continua esta marcação cerrada.
Cumprimentos

athayde e mello
05-01-2011

Não será de lembrar aos Portugueses a declaração de Cavaco quando disse que o tal conselheiro Loureiro, lhe tinha dado a palavra de honra que nada tinha feito de errado, e ele PR "que é suposto ser uma pessoa bem informada" não tinha conhecimento de nada censurável, e que o dito DL lhe merecia a mesma consideração que qualquer outro conselheiro, está gravado é só pesquisar.

Raul Patrício Álvares
05-01-2011

É preciso deixar claro que a valorização das acções do BPN ao dr.Cavaco, através de uma venda e recompra pelas mesmas pessoas por um valor muito superior, não foi mais do que uma forma de pagamento pelo "empenho" para que Oliveira e Costa obtivesse um alvará de banco, elemento fundamental na estratégia do bando que planeou toda a "jogada"(Dias Loureiro,Coimbra,Arlindo Carvalho,Almiro,etc.)
Este assunto não pode cair, pois é ele que permitirá desmascarar o "político que não é político", e o mais "honesto entre os honestos."

O ataque tem de ser violento porque Cavaco estava convencido que isto era um passeio e não vai ter capacidade de reacção.
A tarefa não pode é ser deixada só para o candidato. As "personalidades" apoiantes são só para aparecer na fotografia? Ou têm medo de represálias?
É preciso explicar ao povo que Cavaco vive da política há trinta anos, mas para ele "políticos" são os outros. O eleitor não gosta de quem cospe no prato onde come.

Luis Prenda
05-01-2011

Considero Manuel Alegre um democrata com todas as condições para Presidente da República Portuguesa.

FRANCISCO CARRILHO
05-01-2011

VAMOS LUTAR ATÉ A EXAUSTÃO PARA ELEGER O CAMARADA MANUEL ALEGRE

VAMO-NOS MOBILIZAR TODOS EM TORNO DE MANUEL ALEGRE.
SAUDAÇÕES SOCIALISTAS.
Armando Carvalhêda
05-01-2011

Aprendi com Manuel Alegre, em meados da década de sessenta, a força das palavras e a coerência dos gestos. Depois de ler "Praça da Canção" a minha atitude perante a vida alterou-se profundamente. O jovem despreocupado que era então, despertou para outras realidades, novos horizontes e até, imagine-se, diferentes comportamentos. Passaram os anos e nas águas que entretanto correram sob a ponte veio a Liberdade. A vida mudou e essa mudança levou a que nem sempre tenha estado de acordo com o Poeta feito agora protagonista político. Cada um de nós seguiu o seu percurso, sem que eu tenha perdido de vista a obra literária que M. Alegre foi construindo com sensibilidade e paixão. Agora, quando tanta coisa está em jogo na nossa visa colectiva, quero dizer ao candidato à Presidência da República Manuel Alegre que, pela Coerência e Esperança por ele trazidas para o pantanoso terreno da política, o apoio com firmeza e ansiedade.

António J R Gama
05-01-2011

Cavaco veio dizer que foi perseguido pelo regime, e mandado em comissão militar para Lourenço Marques, salvo erro, dez dias após o casamento... Não pode ser verdade...
Eu gostava antes de saber como foi possível a um jovem alferes ser mandado em comissão para Lourenço Marques, e até levando consigo a esposa... Quantos alferes da época se poderão gabar de uma comissão destas, inteiramente no bem-bom? Manuel Alegre poderá esclarecer como acontecia… E, já agora, como foi parar à especialidade de administração militar, um oficial que tinha o curso superior incompleto?
A perseguição da PIDE continuou: em 1973 Cavaco seguiu para o Reino Unido com uma bolsa de doutoramento…

António J R Gama
05-01-2011

Cavaco não deve ser pressionado apenas acerca do caso BPN...
Já alguém procurou saber da senhora sogra de Cavaco e saber o que justificou (?) o comentário deixado na ficha da PIDE... Nada obrigava a tal avaliação, e não creio que a esmagadora maioria dos portugueses, não obstante a situação, fizesse tal comentário... Mostrem a ficha porque ela mostra o carácter de um homem.

josé bulhão martins
05-01-2011

O irregular uso pelo candidato Cavaco Silva do site da Presidência para assuntos da sua campanha devia ser objecto de denuncias formais pelo candidato MA e os outros à Comissão Nacional de Eleições. Igual sobre o abuso de CS ao confundir presidência com candidatura e campanha eleitoral, aproveitando-se de uma para servir a outra.

Aristides Silva
03-01-2011

Caro(a) Amigo(a),
Para dar sequência à mensagem do Natal, um grupo de cidadãos independentes de Gaia está a organizar uma Sessão de Poesia, integrada na campanha de Manuel Alegre à Presidência da República.
Será no dia 7 de Janeiro de 2011 (sexta-feira), a partir das 21,30 horas, no auditório da Biblioteca Municipal de Gaia (Rua de Angola).
Agradeço a divulgação deste evento, bem como a vossa participação.
Até lá, um forte abraço de amizade do
Aristides

(ver evento criado no facebook: http://www.facebook.com/manuelalegre2011?ref=ts#!/event.php?eid=178802528809998)

José Carlos L.Pereira da Silva
03-01-2011

Só um Homem com a sensibilidade do Dr. Manuel Alegre escreve um conto de Natal invocando a memória da Avó, descrevendo passo a passo a montagem do Presépio na sala da família, "recordação da década de 40/50 do século XX" colocar no web site, para que todo o Mundo pudesse ler, um conto tão belo e tão apropriado para a quadra Natalícia.
Tinha a percepção que a sua sensibilidade não advém somente da nostalgia
da guerra da prisão do exílio, mas também dos seus avós que lhe ensinaram toda a ética republicana.
Daí o Homem bom, um patriota que está sempre na primeira linha na defesa dos trabalhadores e do povo, na defesa do SNS geral e universal e gratuito, na defesa da Escola Pública.
Por tudo isto todos devemos apoiar o Dr. Manuel Alegre e levá-lo à 2ª
volta a caminho de Belém.
Daqui desta sala de visitas do Minho, deste amor de cidade lhe envio um grande abraço.
J Carlos Pereira Silva

Jorge Schnitzer
03-01-2011

Alegre teve uma prestação de mestre no último debate na RTP. Foi sempre um senhor, um cavalheiro. Aproveitou muito bem o nervosismo de Cavaco, toureando-o em toda a linha e obrigando-o a cometer erros de principiante. Conseguiu com arte colocar o tema BPN na agenda, sem nunca ser agressivo.O que há a perguntar agora ao derrotado por Sampaio é como é que o melhor economista do planeta (até elogiado por Delors, vejam só...) não percebeu que o BPN era uma fraude - e foi comprar acções da SLN ! Ou é incompetente - e então o melhor é ir passear os netinhos no dia do enterro do único Prémio Nobel português - ou então sabia muito bem que o juro que estava a receber era uma fraude, e portanto tem que ser responsabilizado por isso. No mínimo, trate de devolver o meio milhão de euros que ganhou com a fraude, pois os portugueses que lhe pagam o ordenado há 16 anos vão ter de pagar dos seus bolsos 5 mil milhões de euros. Ninguém consegue branquear que Cavaco recebeu dinheiro que é fruto de um roubo monumental: ele encaixou €147.500 e em nome da filha foram pagos €209.400, a preços de 2002 que em 2011 equivalem a muito perto de meio milhão. Ele é o responsável directo por parte do buraco que levou à redução de ordenados a todos os portugueses! E já agora explique por que é assinou a nacionalização só do BPN - e deixou de fora a SLN : curiosamente, a empresa da qual foi accionista e especulador. Fui ao site da Presidência - e não fala lá nada disto. Como também não explica como é que o homem mais sério do planeta foi expulso da função pública - e como é que conseguiu um perdão político para a sua expulsão. Será que o saudoso prof. Alfredo de Sousa é que tem de nascer duas vezes, para se ficar a saber afinal quem é que é sério?

Escavacado
03-01-2011

Após o desaire eleitoral com Jorge Sampaio (1996), Cavaco Silva logo se preparou para um novo ataque em 2006, e assim recebeu um ilícito(?) beneficio monetário do seu também financiador de campanhas o então banqueiro Oliveira e Costa (BPN)!...
Modus faciendi :
1º Em 2001 , aquisição à entidade X (grupo BPN)
por Cavaco Silva e sua filha , de 255.018 acções da Sociedade Lusa de Negócios (SLN), a euro por acção (1 euro! porquê 1 euro?)
NOTAS
a) A SLN era uma sociedade anónima detentora do capital do BPN i.e. “dona” do BPN , donde Cavaco Silva também era um “dono” indirecto do BPN e com acesso a informação privilegiada do BPN.
b) A SLN não estava cotada na bolsa.
c) A SLN estava tecnicamente falida
d) Sabemos que Cavaco Silva não compra “gato por lebre”. Só pode ter feito a operação com plenas garantias do seu amigo Oliveira e Costa.
e) 255.018 euros que entraram nos cofres do BPN
(conta entidade X).
f) Os ganhos obtidos com a venda de acções estavam isentos de IRS , se estas acções fossem possuídas por mais de 1 ano. Assim, logo em 2003, decorrido mais de 1 ano:
2º Por ordem de Oliveira e Costa, a SLN,VALOR – co-accionista de Cavaco Silva na SLN , compra a Cavaco Silva e sua filha , aquelas 255.018 acções a 1,40 euros por acção (1,40 euros! porquê?)+40% !!!
3º O pagamento a Cavaco Silva e filha foi feito através do BPN .
4º Cavaco Silva e sua filha, tiveram um especulativo e usurário ganho monetário de 102.007,20 euros!
5º Aos ganhos (mais valias) obtidos por Cavaco Silva e sua filha , corresponderam PREJUÍZOS (menos valias) para o grupo BPN e que por consequência os contribuintes portugueses terão hoje que suportar ...
QUID JURIS in the U.S.A.???
QUID JURIS in the U.K.???
QUID JURIS in PORTUGAL???
Como economista, financeiro e técnico do Banco de Portugal, qual era a cumplicidade e o conhecimento de Cavaco Silva sobre as ilicitudes penais e outras praticadas pelos agentes do grupo BPN?

NOTA
Ao tempo Cavaco Silva não tinha qualquer obrigação declarativa para com o Tribunal Constitucional como também não tinha para com a Administração Fiscal, em relação aquelas mais valias, pelo que são desonestas as referencias que, para sua defesa, faz a estas duas entidades.

7 / 7
1 3 4 5 6 7