"Nada está adquirido, tudo está a andar para trás muito depressa"
Manuel Alegre
InícioManuel AlegreNotíciasAgendaOpiniãoPresidenciais 2011LinksPesquisa
YouTube Twitter FaceBook Flickr RSS Feeds
> Discurso Directo
> Discurso Indirecto
Para todos os assuntos relacionados com o autor Manuel Alegre ou com a sua obra literária contacte rbreda@dquixote.leya.com
3 / 3
1 2 3
Maria Petra
12-05-2010

Logo, pelas dez e um quarto da manhã, como que num sonho lindo e imaginário, AQUELA QUE O DEU AO MUNDO, abrirá a janela do seu quarto, deixará entrar a luz, e com um beijo terno, colocará numa jarra um ramo de ROSAS VERMELHAS, e sem palavras, nesse silêncio mudo de amor e ternura, dir-lhe-à baixinho: "Meu filho, meu tesouro, nesta terra ainda há muitos amigos e companheiros que acreditam em ti. E como outrora, continuarás dormindo, pousado sobre a eternidade, como se tudo esteja certo neste dia. E continuarás a chamar - MÃE - CORAGEM - BOM DIA!!!"
Parabéns Manuel Alegre e abençoado seja pela poesia, exemplo e compromisso que nos tem oferecido.

Américo Amorim
12-05-2010

Independentemente da Sua candidatura à Presidência da República, é lamentável que as pessoas falem sem saberem o que dizem.
Eu também foi militar no ultramar (Timor) (68/71) é talvez por ter estado no ultramar, que tenho um grande respeito por todos aqueles que também estiveram e que como todos sabemos era no regime antigo, por isso naquele tempo nada era fácil.
Sugiro que ignore gente desse calibre!
Felicidades pessoais, familiares e políticas.

Arlindo
12-05-2010

Caro Manuel Alegre sou Arlindo e resido na Madeira à 12 anos. Não sou português de origem. Nasci em São Tomé e Príncipe e adquiri a nacionalidade portuguesa por naturalização. Estudei na Universidade da Madeira e pretendo se tiver recursos fazer o mestrado. Certamente estará em campanha na Madeira e tudo farei para estar perto de si para conhece-lo pessoalmente. Tenho em si e ao Dr. Mário Soares como as minhas referências políticas. Tenho sido muito discreto na minha exposição pública sobre as actividades do PS Madeira. É muito difícil ser socialista numa região onde predomina outra cor política. Por ventura teria sido idêntico se estivesse o PS no poder. O poder as vezes comporta determinados vícios. Difícil ser minoritário numa região porque tal como no seu tempo o medo do tempo actual tem outra face mais com as mesmas características e sofisticação que nos tempos da ditadura. Por essa razão é necessário cultivar quotidianamente a cultura democrática. Tem o meu voto. Abraço.

elmiro de sousa
11-05-2010

Eu não quero um presidente-de-todos-os-portugueses. Do geral e do abstracto. Do protocolo. Da conveniência. Do bem-dizer. Do bem-calar. Do deficit. Do rating. Do hábito. Da Mão-Invisível. Isto é: de alguns.
Eu não quero um presidente que não seja habitado por uma pessoa inteira e que não faça disso a medida mínima dos seus olhos.
Eu não quero um presidente que tolere o intolerável e lhe chame mercado.
Eu não quero um presidente que tenha perdido a ilusão de que a revolução ainda é necessária e possível.

Jorge Matos Silva
10-05-2010

“HÁ AINDA UM VELHO CAPITÃO DO POVO” que eleitores do concelho de ARGANIL têm na memória e no coração, uma das razões e das mais fortes, pela qual apoiamos a sua candidatura – MANUEL ALEGRE - 2011.
É com imensa ansiedade, que contemos a alegria e a honra, que esperamos poder exprimir na sua visita a este concelho, quando lhe for possível.
Lista de apoiantes:
Luís Vale, Rui Miguel da Silva, Mário Vale, Jorge Matos Silva, António Carlos D. Nogueira, Maria da Natividade Alves, António Fróis de Carvalho, José Acácio Gonçalves Almeida, Maria João B. Silva, Rogério Santos Fernandes, Fernando Borges, Anabela Borges, Augusto Ventura e António M. G. Silva.

Clube de Política de Quarteira do PS
10-05-2010

Camarada Manuel Alegre,

O Clube de Política de Quarteira do Partido Socialista decidiu por unanimidade, manifestar o seu total apoio à sua candidatura à Presidência da República.

São várias as razões que nos levam a estar ao seu lado, nesta luta difícil que acreditamos vir a ser vitoriosa. O facto de a maioria dos elementos do CPQ-PS rever-se nos sólidos princípios democráticos que a sua campanha personifica, bem como dos ideais que devem pautar o desempenho do cargo de Presidente da República.

De realçar também que enquanto cidadão de causas, tem construído um trajecto de luta pela liberdade e pela democracia, sempre em prol da sociedade portuguesa e dos seus cidadãos. Enquanto cidadãos e socialistas que não abdicam da sua participação cívica e política em sociedade, não poderíamos deixar de estar ao seu lado.

Acreditamos que alcançará os objectivos a que se propôs desde que aceitou este tão grande e nobre desafio.

Clube de Política de Quarteira – PS

Marilio Alambre do Rosario
07-05-2010

Obrigado por voltar a recandidatar-se. Obrigado por fazer politica diferente onde muitos dos que se abstém nas eleições para a assembleia por não concordarem com as politicas correntes e rigidamente seguidoras pelos partidos leva, mais tarde ou mais cedo ao caos politico.
Não posso deixar de saudar a sua recandidatura ela é necessária. Bem vindo Manuel Alegre, bem vindo à frente do combate politico como o sempre fez e continuará a fazer, é destes ideais que o País precisa para se revitalizar e criar uma nova ordem política e social onde os cidadãos tenham mais oportunidade de participar nos problemas do País, tal como referiu e bem, está consagrado na nossa constituição.
OBRIGADO Manuel Alegre por voltar a ser candidato.
Tudo o que eu puder fazer para ver esta candidatura trilhar o seu caminho pode contar comigo.
Marilio do Rosário:Olhão.

Francisco Ribeiro Nunes
07-05-2010

Caro camarada: Admiro-o desde os tempos em que o ouvia assiduamente no exílio, na "Voz da Liberdade", nos tempos eu que eu frequentava as catacumbas do Ateneu de Coimbra, onde aplaudíamos sempre a sua coragem e espírito anti-fascista, bem como as de Mário Soares e Álvaro Cunhal. Sempre o apoiei e espero que desta vez o nosso PS não tenha a mesma postura de 2005/2006. Há-de ser, espero, o futuro Presidente de todos os Portugueses, pelo menos durante um mandato. Conte sempre com a minha modesta ajuda naquilo em que eventualmente possa ser útil. Um abraço fraterno e cordiais saudações socialistas.

afonso faria
07-05-2010

Caro Manuel
Lamento a formula do "tabu", gasta, obtusa, face sua candidatura, do PS.
O cena do engolir "sapos vivos" não deveria existir em relação à sua candidatura principalmente vinda do seu partido.
As minhas convicções levam-me a apoiá-lo pela minha identificação como pessoa, pelo sonho que não abdico no meu dia a dia, pela luta da humanização mesmo nos sectores de decisão.
Quero ajudar a eleger alguém que entenda a PESSOA, espelhe a nobreza HUMANA, que mesmo neste pântano da valorização material e atropelo de valores, alerte, pugne por uma saudável utopia e mobilização!
A sua capacidade existirá com PS ou sem PS.
Por vezes a caminhada é mais enriquecedora que a vitória. Não foi essa a lição das últimas eleições? Aprendemos a ter opinião, aprendemos que SOMOS capazes de, nem que por momentos seja, ACREDITAR.
É um acto pessoal, a escolha para a presidência da república! No dia que todos entenderem isso, sem capelas nem confrarias, o acto será mais transparente! Que consigamos passar palavra!

Carlos Eduardo da Cruz Luna
06-05-2010

ABRIL EM OLIVENÇA
(ou... O 25 DE ABRIL EM OLIVENÇA)
Foi em setenta e quatro que Abril surgiu,
pondo em cada rua a utopia e a certeza,
uma força imensa, como nunca se viu,
em busca da felicidade e da beleza.

A liberdade espezinhada enfim saiu,
e pareceu pôr fim a toda a tristeza.
Só em Olivença quase nada se sentiu,
e não se viveu tão formidável empresa!

Em dois mil e oito, em Abril (coincidência!)
o espírito da Revolução enfim chegou
e desabrochou numa nova consciência.

Foi então que "Além-Guadiana"(*) se formou,
para, sem sectarismo, mas com urgência,
fazer em Olivença o que Abril começou!

Carlos Eduardo da Cruz Luna 25-Abril-2008

(*) Associação cultural lusófona fundada por oliventinos em 2008

Manuel Magalhães Aires
06-05-2010

Manuel Alegre:
Urge!
Renascer!
O 25 de Abril!
Sempre Novo!
Cultural!
Dar nova Esperança!
A Portugal!
Bravo é o Povo!
Português!
Semeia Canções!
O vento!
Passa!
Já demos!
Novos mundos!
Ao Mundo.
Atravessamos o mar profundo.
Dobramos o cabo Bojador.
Passamos além da dor.
Nunca cruzar os braços.
Demos todos as mãos!
O cabo das tormentas.
É Cabo da Boa Esperança.
Quem passa além da Dor.
Luta.
Sem Temor.
Acredita sempre!
A Juventude está na Alma!
A vida só é dura, para quem é mole.
Quem Luta sempre alcança.
Da tempestade faz a Bonança.
Mãos dadas.
União
É Esperança!
Estrela nos guia.
Coragem!
Ânimo!
Força!
Luta!
Sempre!
Rumo à Vitória!

Manuel Magalhães Aires
05-05-2010

O 25 de Abril abriu uma nova esperança a Portugal e aos Portugueses. Crise é crescimento. Encontrar o caminho certo, abrir novos caminhos, rasgar os horizontes. Construir o futuro com objectivos seguros. Nova esperança por horizonte. Abaixo os profetas da desgraça do fado do desencanto. Vencemos os fascismo. Com nova lufada de ar fresco. Novo 25 de Abril à Portuguesa. Acabar com os tachos dos partidos, politiquice corriqueira e dos políticos de carreira. O povo sofre na pele. Operário ganha 450 €. Gestor EDP 3.000.000 €. Escândalo financeiro. Gerir EDP? É só Aumentar o preço ao consumidor. Urge uma LUFADA DE AR FRESCO. PORTUGAL pode ser ALEGRE com MANUEL ALEGRE. Esperança. Futuro. Todos nós. A JUVENTUDE. POETA É O POVO. FAÇA-SE O 25 DE ABRIL DE NOVO.

Filipe da Silva Nobre
05-05-2010

Manuel, pela vossa atitude e pelo descomprometimento e franqueza, tem as melhores condições e coragem, para que o nosso pensamento se fixe em Belém.
As convicções, livres e coerentes, que sempre defende, é a grande diferença que tem a favor. É o chamado homem venerado de Abril.
Fiz parte da sua comissão de honra para as Presidenciais de 2006 e vou continuar a levar por diante, todo o meu simples apoio ao seu projecto de esperança, para que Portugal seja digno e que nós saibamos respeitar e defender a nossa Pátria.
O povo deseja uma sociedade mais justa, em que haja igualdade entre todos; homens e mulheres.
Contigo, Manuel Alegre, a liberdade, e a democracia, está segura.
O povo da minha terra - Vila Real de Santo António, anteriormente disse e, ficou bem expresso, que está com o Manuel Alegre e vamos votar no Manuel Alegre para ser o nosso próximo Presidente da República. VIVA PORTUGAL.

Sofia Rego Raposo
04-05-2010

Soube do seu discurso através de um familiar que o ouviu e se lembrou de mim. Vim ao site e li o discurso proferido aqui em S. Miguel (4 de Maio). Vim especificamente à procura da parte relacionada com a juventude. Assim, venho propor uma maior valorização do ambiente, um maior investimento em recursos renováveis. Venho também pedir uma maior segurança e bem-estar para as escolas, uma vez que lidamos com bullying e o consumo de substâncias ilegais. Outra coisa, é aos produtos nacionais. Uma maior promoção do que é nosso não faria mal. Visitem o site da Greenpeace e verão um problema. Não há cuidado na quantidade de peixe que é apanhado nem no modo como ele é feito. O que importa é apenas a quantidade. Gostava também de ver alteradas as condições de denúncia de abusos sexuais e de violência doméstica. Pode não ser exactamente o que pediram para ouvir; mas agradeço o tempo disponibilizado e a paciência. Gostaria de realmente fazer a diferença. A todos, muito obrigado.

Luis Filipe das Neves Dinis
04-05-2010

gostei de ouvir o discurso nos Açores hoje sou socialista e apoio a sua candidatura o pais está a precisar de políticos como o senhor para ver se posso voltar para o meu pais que tanto gosto se os outros conseguem nós também já fomos uma grande nação e mais respeitada não nos podemos esquecer do nosso passado!!!

Diogo de Campos
04-05-2010

Caro camarada Manuel Alegre,
Desejo-lhe tudo de bom, não posso votar (-18 anos)! Mas se pudesse votava em si, sem dúvida alguma!!! BOA SORTE, AMIGO!!!

MARIA JOSE FERREIRA
04-05-2010

" O miúdo que pregava pregos numa tábua nasceu à beira de um rio.
Viu subir as suas águas no Inverno, viu a sua rua transformar-se em
rio e viu o rio entrar dentro de casa, de certo modo dentro dele.
E com o rio entrou o mistério das margens obscuras, a sedução da viagem
o ritmo das correntes subterrâneas e a tentação do mar para onde vão
todas as águas e talvez todos os poemas cujas sílabas o miúdo conta pelos dedos".

António Vasco Oliveira Costa
04-05-2010

O teu êxito será o de nós todos!
Havemos de conseguir!

Luis Marques Ferreira
04-05-2010

Novamente disponível para apoiar de forma efectiva a Candidatura do camarada Manuel Alegre a Presidente da República.
Luis Maria - BºAlto

Paulo Nuno Pereira
01-05-2010

À Procura de Abril

De tudo o que Abril abriu
Já muito se disse.
Muito pouco se fala
Deste sufoco que nos cala
Destes rios sem mar
Deste roer por dentro
Deste moer até ao sonho
O passado voltou disfarçado de futuro
Deram-nos com o machado mesmo no centro do pensamento
É tão imenso este tormento
Em marés calmas
O que é feito das nossas almas?

Nós já não voltamos em Maio
Perdemos os ritmos da terra,
Os cheiros do mar
Não sabemos voar.

Utopia é não querer ver
Que a utopia morre todos os dias
Nos grandes centros onde
Nos escondemos da nossa dor
E transvestimo-nos
de seres sem
Tempo ou saudade.

Já ninguém semeia canções ao vento
A esperança enfiou-se numa caixa
E dorme o dia inteiro com este tédio ao lado

3 / 3
1 2 3