"A grande poesia não cabe num tweet"
Manuel Alegre
InícioManuel AlegreNotíciasAgendaOpiniãoPresidenciais 2011LinksPesquisa
YouTube Twitter FaceBook Flickr RSS Feeds
> Discurso Directo
> Discurso Indirecto
Para todos os assuntos relacionados com o autor Manuel Alegre ou com a sua obra literária contacte rbreda@dquixote.leya.com
Jorge Videira
Neste tempo de desilusões ...
29-04-2010

Tinha 18 anos no 25 de Abril. Tenho hoje 54. Vivi ilusões e desilusões. Sou socialista, mas cheguei a acreditar que estávamos condenados ao capitalismo, ao deus Mercado. Vivemos iludidos com o que nos dão a consumir, telemóveis, automóveis, viagens fantásticas à Tailândia, matamo-nos a trabalhar por isso tudo, para quê? E se voltássemos à poesia? E se voltássemos a acreditar que todos os homens e mulheres podem ser iguais e não precisam de competir desenfreadamente por mais meia dúzia de euros ao fim do mês? O capitalismo está podre, mas a Europa é uma coisa boa, refundemo-la nos princípios da Liberdade, Igualdade e Fraternidade.