"O funcionário que fez o meu BI quando regressei, não me perguntou a profissão, escreveu Poeta. Estou-lhe grato."
Manuel Alegre
InícioManuel AlegreNotíciasAgendaOpiniãoPresidenciais 2011LinksPesquisa
YouTube Twitter FaceBook Flickr RSS Feeds
> Discurso Directo
> Discurso Indirecto
Para todos os assuntos relacionados com o autor Manuel Alegre ou com a sua obra literária contacte rbreda@dquixote.leya.com
Maria Helena de A.B. e Baião
O Estado q ue isto chegou
31-10-2010

Estamos a assistir hoje em 2010, ao desmoronar do grande sonho revolucionário. Portugal já não possui gente como Salgueiro Maia, que um dia disse "Há diversas modalidades de Estado: Os estados socialistas, os estados corporativos e o estado a que isto chegou!".
Mas parece-me que estas memoráveis palavras permanecem actuais e se aplicam ainda melhor hoje.
O lirismo, o idealismo puro, a coragem amassada em sangue, suor e lágrimas, foi comprada pelo capital com juros para toda a vida. Assim, a nossa vida passou a ser deles, que dela dispõem e sobre ela decidem. Esta candidatura resiste como pode à globalização. Talvez que o Dr. Manuel Alegre não seja economista. Mas o Dr. Cavaco Silva é e não é poeta. Não viu a crise chegar, nem verá a crise partir, porque a crise veio para ficar. E isso não lhe devia dar prémio nenhum. Não devia.